Thursday, June 24, 2010

{another tiny book}


There is an art, or rather a knack to flying. The knack lies in learning how to throw yourself at the ground and miss. ~ Douglas Adams, Hitchhikers Guide to the Galaxy

{retrosaria}


uma das paragens "obrigatórias" da nossa aventura de um dia por lisboa foi a retrosaria da rosa pomar. depois de andarmos um bom bocado para trás e para a frente e de termos pedido informações a algumas pessoas, foram as caixas de correio mais alegres de lisboa que nos serviram de referência para encontrar o recanto escondido e mágico da rosa. este tecido veio comigo e fiquei perdida por quase todos.   

um pouco mais à frente, encontrámos um alfarrabista e deliciámo-nos com uma caixa de postais e fotografias antigas. fico sempre um pouco comovida quando tento decifrar mensagens trocadas por outras pessoas, em épocas em que a palavra escrita era, muitas vezes o único meio de comunicarem. sim, ao mesmo tempo parece que estamos a invadir um espaço que não é o nosso. uma história que não nos pertence. mas as mensagens perdidas encontram, de novo, mãos curiosas.   

{lisboa revisitada}


:: pisar a calçada.
:: avistar o sol sobre carris.
:: entrar n'a outra face da lua e quase sentir o cheiro a bafio.
:: os cupcakes da tease. como não podia deixar de ser. tenho quase a certeza que instalaram um íman de propósito para atraír gulosos a km de distância. [delicious photo, sis :)]
:: os alfarrabistas e os postais de outras eras.
:: aquela loja de antiguidades absolutamente fantástica, cheia de bonecas, malas de viagem, caixas minúsculas, miniaturas, máquinas fotográficas.
:: a loja dos electrodomésticos com os rádios antigos.
:: as montras de lojas que parecem ter parado no tempo.
:: as flores. espectros de cor a espreitar por todo o lado. nas floristas, nas varandas de ferro, a pender de um muro.
:: os grafittis.
:: as conversas. os silêncios (para absorver bem o feel da cidade e deixá-la entranhar-se de novo por cada poro). as gargalhadas e palermíces.

Monday, June 21, 2010

may your summer be blissful.



give me the magical glow of the end of the day. give me fresh grass to step on barefeet and it's bliss.

Wednesday, June 16, 2010

it's a window. it's not an open door.

Friday, June 11, 2010

gostava mesmo...


... de ir acampar este verão. em miúda era a minha forma predilecta de passar as férias com a famelga e tenho saudades de viver numa tenda por uns dias. sweet memories.
não sei é se convenço o t. ele não é tão adepto quanto eu. além disso, tínhamos que pedir tudo emprestado.
se não formos, acho que improviso um acampamento na varanda.

[click images for sources]

{secar ervas}


:: escolher folhas saudáveis e lavá-las.
:: colocar as folhas num tabuleiro, sobre papel de cozinha e tapar.
:: remexê-las um pouco todos os dias. 
:: esperar cerca de uma semana até ficarem escuras, engelhadas e quebradiças.
:: guardar num frasco.

uso a hortelã seca para chás. por vezes seco também cascas de limão ou laranja e junto canela e flor de laranjeira seca ou o que estiver à mão para fazer uma mistura aromática.

{music that touches the soul}

yesterday i heard someone play the most melodic instrument i've heard in a while. it's amazing how music can move you, how it can break you. 
the melody kept me company for about half an hour. the perfect soundtrack for the urban scenery, the book i was reading and my thoughts.
i was too shy to ask the name of that UFO-type object, but after a quick search i learned that it's called a hang drum.
this is how it sounds:

Thursday, June 10, 2010

{new suculents for my tiny urban garden}


cactos, directamente do jardim da avó.

{a crazy band of little friends at the end of one of these days}



uma banda muito suis generis a terminar um dos dias desta semana. :-)